Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cresce oposição de aliados de Bolsonaro à CPI da Petrobras

Mesmo em guerra declarada contra a estatal, grupo ligado ao Centrão avalia que iniciativa do presidente pode ser um tiro no pé e desgastar o governo
Cresce oposição de aliados de Bolsonaro à CPI da Petrobras
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Alguém entre os aliados do governo de Jair Bolsonaro precisava dizer o óbvio: segundo a Folha, uma ala ligada ao Centrão vê a iniciativa de pedir uma CPI da Petrobras (foto) como “arriscada, podendo funcionar como um “tiro no pé” e ampliar o desgaste do governo”.

Os integrantes dessa ala, afirma o jornal, também estão em guerra aberta contra a política de preços da estatal, mas consideram a abertura de CPI contraproducente por diversos motivos.

“São vários os argumentos: uma CPI teria pouco efeito prático sobre a principal necessidade do Planalto, que é conter o avanço do preço do diesel e da gasolina nas bombas; poderia ainda virar palanque para a oposição e se estender pelo período eleitoral —amplificando qualquer desgaste político”, escreve a Folha.

Além disso, observam esses aliados, a investigação nesse tipo de comissão é política e poderá ser usada para atacar o presidente e sua atuação diante da alta de preços dos combustíveis.

“A maioria do conselho da estatal que aprovou o recente reajuste foi indicada por Bolsonaro, que inclusive escolheu o atual presidente, José Mauro Coelho. Dessa forma, dizem expoentes do Centrão, seria difícil, numa CPI, o mandatário não ser associado à disparada nos valores pagos pelos brasileiros nos postos”, assinala o jornal paulistano.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....