Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

CPI da Covid: convocação de governadores agrada Planalto e gera crise no G7

CPI da Covid: convocação de governadores agrada Planalto e gera crise no G7
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A aprovação dos requerimentos de convocação dos governadores agradou integrantes da base governista na CPI da Covid e provocou uma crise no chamado G7, grupo de senadores independentes e de oposição.

A avaliação de membros da comissão é a de que Omar Aziz (PSD-AM) errou ao tentar fazer um acordo com a oposição relacionado à convocação de governadores e prefeitos. Além disso, membros do G7 dizem que se sentiram “traídos” por Aziz, após ele pautar pedidos de depoimentos de governadores.

Senadores como Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente, e Renan Calheiros (MDB-AL), relator, são contra a ampliação do escopo da investigação, focada inicialmente nas ações do governo federal. “É muito difícil fazer um acordo sobre um procedimento antirregimental”, disse Renan, sobre a convocação dos governadores.

Omar Aziz acreditava que, com esse acordo, seria mais fácil aprovar requerimentos de informação e pedidos de convocação de integrantes e ex-servidores da União, como Arthur Weintraub e o assessor de assuntos internacionais Filipe G. Martins. Aziz imaginava que poderia ter o voto dos senadores governistas na aprovação desses requerimentos de convocação, o que não se confirmou.

A base governista, por sua vez, comemorou o resultado da sessão de hoje. A ideia dos senadores governistas é provocar, nesses depoimentos, desgaste político para os nove governadores que foram convocados pela CPI.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....