Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Covid representa 7 em cada 10 casos de síndrome respiratória grave, diz Fiocruz

Boletim semanal do instituto aponta nova onda de crescimento de casos, com 22 das 27 capitais enfrentando aumento no número de testes positivos
Covid representa 7 em cada 10 casos de síndrome respiratória grave, diz Fiocruz
Imagem: BlenderTimer/Pixabay

Os casos positivos de Covid representaram, nas últimas quatro semanas, 69% de todos os registros de Síndrome Aguda Respiratória Grave (SRAG) no Brasil. O vírus também foi responsável por 92,2% de todos os óbitos por esta causa no último mês. Os dados presentes no boletim InfoGripe da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) mostram um novo crescimento nos casos da doença no país.

Na população em geral, a estimativa mostra crescimento de 39,5% na média móvel de casos semanais de todas as SRAG (que inclui também casos de gripe), na comparação entre a primeira e última semana de maio. Na população adulta, a partir de 18 anos, a estimativa é de que esse crescimento tenha sido de 88,7% no último mês.

O boletim ainda mostra que apenas cinco capitais brasileiras não tiveram tendência de crescimento neste período: Vitória, Palmas, Manaus, Recife e Teresina. Apenas Ceará, Tocantins e Paraíba não viram os números de Covid crescer nas últimas semanas.

A vacinação, no entanto, tem mantido o número de mortes em patamares menores que ondas anteriores. Os dados mais recentes do Ministério da Saúde mostraram que, nesta quarta-feira (8), 299 mortes por covid-19 foram confirmadas, elevando a média móvel para 122 mortes por dia.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....