Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo Bolsonaro perdeu ao menos 901 servidores acusados por corrupção

Dados da CGU apontam que a gestão do atual presidente teve mais exonerações de envolvidos em escândalos do que o governo Lula
Governo Bolsonaro perdeu ao menos 901 servidores acusados por corrupção
Foto: Palácio do Planalto/Flickr

O governo de Jair Bolsonaro exonerou ao menos 901 servidores que estariam envolvidos em escândalos de corrupção desde que o presidente assumiu, segundo dados da CGU obtidos pela Veja.

Em 2021, foram 235, o menor número até aqui. Em 2020, foram 343 e, em 2019, 323.

Entre 2003 e 2005, nos primeiros três anos de governo Lula, foram expulsos por corrupção 583 servidores.

Entre 2011 e 2013, nos primeiros três anos de governo Dilma, foram expulsos por corrupção 1.055.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....