Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Coronel ligado ao caso Davati aciona STF para poder ficar em silêncio na CPI

Hélcio Bruno de Almeida ainda requisitou acesso aos elementos de prova produzidos e que a Corte permita que ele deixe a sessão quando entender conveniente
Coronel ligado ao caso Davati aciona STF para poder ficar em silêncio na CPI
Foto: Dorivan Marinho/SCO/STF

A defesa de Hélcio Bruno de Almeida moveu um habeas corpus no STF para assegurar ao coronel da reserva do Exército o direito de permanecer em silêncio durante depoimento à CPI da Covid, agendado para a próxima terça-feira (10), diz a Crusoé.

Os advogados também requisitaramamplo acesso aos elementos de prova produzidos” e que o Supremo permita que ele deixe a sessão quando entender conveniente.

“A convocação do coronel foi proposta pelo vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues, após representantes comerciais da Davati Medical Supply declararem ao colegiado que foi Hélcio quem viabilizou uma reunião entre eles e nomes graúdos do Ministério da Saúde, como o ex-secretário executivo Elcio Franco.”

Leia mais aqui. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....