Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Congresso quer tornar obrigatório pagamento das emendas do Orçamento Secreto

As RP9 alcançaram R$ 16,5 bilhões em 2022. Ainda não há uma data para a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias
Congresso quer tornar obrigatório pagamento das emendas do Orçamento Secreto
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O relatório da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) apresentado na noite de domingo (26) transforma as emendas de relator-geral (RP9) impositivas a partir de 2023. Neste ano, as RP9 alcançaram R$ 16,5 bilhões. Ainda não há uma data para a votação do texto apresentado pela Comissão Mista de Orçamento.

O movimento é uma garantia dos parlamentares em meio ao período eleitoral para que os recursos não sejam contingenciados após o resultado de outubro deste ano.

Atualmente, só são impositivas as emendas individuais e de bancada. 

As RP9 foram implementadas durante o governo Jair Bolsonaro, beneficiando aliados da base para que votem ao lado Planalto para levar verba para seus redutos.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....