Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Citando a guerra da Ucrânia, Bolsonaro fala em risco de falta de alimentos: “Ninguém vai se safar”

O governo anunciou hoje uma série de medidas para tentar reaquecer a economia, como a antecipação de 13º para aposentados
Citando a guerra da Ucrânia, Bolsonaro fala em risco de falta de alimentos: “Ninguém vai se safar”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Jair Bolsonaro afirmou hoje, durante solenidade em que anunciou um pacote de bondades, que o Brasil pode ficar sem alimentos, caso a guerra na Ucrânia se estenda.

“Nós ficamos sem gasolina, sem zap, sem Corinthians, sem Palmeiras, sem um montão de coisas, mas não ficamos sem comida. Se essa guerra se aprofunda, se medidas drásticas começam a ser adotadas de um lado ou de outro, faltará coisas básicas para nós”, declarou o presidente da República (foto), durante ato no Palácio do Planalto.

“Aqui, no primeiro momento, cai a produtividade, num segundo falta alimento. Todo mundo aqui está ameaçado nessa guerra. Ninguém vai se safar”, complementou Jair Bolsonaro.

Como mostramos em primeira mão, o governo anunciou uma série de medidas para tentar reaquecer a economia, como a antecipação de 13º para aposentados e a concessão de empréstimos para a população de baixa renda.

Assista:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....