Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ciro e Cid receberam "pagamentos sistemáticos de propina", diz PF

Segundo a Polícia Federal, "empresários realizaram pagamentos sistemáticos de propinas, muitas vezes disfarçadas de doações eleitorais" aos irmãos
Ciro e Cid receberam “pagamentos sistemáticos de propina”, diz PF
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Na decisão que autorizou Polícia Federal a cumprir mandados de busca contra Ciro (foto) e Cid Gomes por envolvimento num esquema de corrupção no Ceará, o juiz Danilo Dias Vasconcelos de Almeida, ele menciona como funcionavam as supostas irregularidades, segundo a corporação.

No documento, obtido por O Antagonista, o magistrado cita “pagamentos sistemáticos de propina” aos irmãos.  

“Os empresários (da Galvão Engenharia) realizaram/promoveram pagamentos sistemáticos de propinas, muitas vezes disfarçadas de doações eleitorais, ao então Governador do Estado do Ceará, CID FERREIRA GOMES, e a seus irmãos CIRO FERREIRA GOMES e LÚCIO FERREIRA GOMES, para viabilizar/agilizar pagamentos de obras e serviços de engenharia contratados pelo Governo do estado do Ceará com a empresa, bem como, previamente, para garantir a vitória da Construtora nos correlatos procedimentos licitatórios, mediante o pagamento de propinas aos advogados que ocuparam sucessivamente o cargo de Procurador Geral do Estado do Ceará — PGE à época dos fatos, FERNANDO ANTONIO OLIVEIRA e JOSÉ LEITE JUCÁ FILHO, tendo ambos funcionado no certame licitatório da Arena Castelão, figurando seguidamente como presidentes da Comissão Central de Concorrências do Estado do Ceará onde tramitou o certame”, afirma Danilo Dias Vasconcelos de Almeida, na decisão de 92 páginas.

Leia também:

PF diz que Ciro e Cid Gomes integram “associação criminosa”

Justiça quebra sigilos bancário e telefônico de Ciro, Cid e outros 12 alvos

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....