Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cármen Lúcia determina que PGR opine sobre envolvimento de Bolsonaro em escândalo do MEC

Ministra analisa petição movida por deputado da oposição; para ela, há "gravidade no quadro narrado" de suposta interferência
Cármen Lúcia determina que PGR opine sobre envolvimento de Bolsonaro em escândalo do MEC
Foto: Alan dos Santos/PR

Cármen Lúcia ordenou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste sobre a possível interferência de Jair Bolsonaro na investigação contra seu ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro. A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) chamou as suspeitas de que o presidente estar atuando dentro de investigações na Polícia Federal de “graves”, e com isso pediu o parecer do Ministério Público.

“Considerando os termos do relato apresentado e a gravidade do quadro narrado, manifeste-se a Procuradoria-Geral da República”, escreveu Cármen em seu despacho.

Após a prisão de Milton Ribeiro na quarta-feira (22) e sua soltura no dia seguinte, a interferência do presidente em defesa do ex-MEC passou a ser considerada. Isso ficou mais claro na sexta-feira (24), quando Ribeiro diz em um telefonema grampeado que o presidente entrou em contato com ele, avisando de futuras operações.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....