Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cármen Lúcia arquiva queixa da "Capitã Cloroquina" contra CPI da Covid

Mayra Pinheiro, ex-secretária do Ministério da Saúde, acusava os senadores da cúpula da comissão de terem violado seu sigilo funcional
Cármen Lúcia arquiva queixa da “Capitã Cloroquina” contra CPI da Covid
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Cármen Lúcia arquivou nesta terça-feira (5) queixa-crime apresentada por Mayra Pinheiro (foto), ex-secretária de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde do Ministério da Saúde, contra senadores que integravam a cúpula da CPI da Covid, informa o Valor.

Conhecida como “Capitã Cloroquina” por sua defesa do medicamento, ineficaz contra a Covid, Mayra foi apontada como uma das responsáveis pelo colapso do sistema de saúde em Manaus, em janeiro de 2021, e indiciada pela comissão.

Na queixa-crime que encaminhou ao STF, a ex-secretária acusava Omar Aziz, Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros —respectivamente, o presidente, o vice e o relator da CPI— de violação de sigilo funcional. Ela alegou vazamento do conteúdo de seus e-mails e de informações pessoais.

Ao arquivar o caso, Cármen Lúcia apontou “carência de algum elemento probatório apto a demonstrar indícios de autoria”. Para a ministra do Supremo, também não foi “minimamente” comprovado que “os eventuais responsáveis pelo vazamento dos dados sigilosos” tenham sido os senadores.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....