Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Campos Neto diz que não houve qualquer tipo de consulta informal a André Esteves

Manifestação se deu em ação que pede a investigação dos dois após vazamento de áudio de uma reunião do banqueiro com investidores
Campos Neto diz que não houve qualquer tipo de consulta informal a André Esteves
Foto: José Cruz/Agênacia Brasil

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou ao Supremo Tribunal Federal que não houve qualquer tipo de consulta informal a agentes do mercado para tratar a respeito de política monetária, taxa de juros ou assunto semelhante, muito menos qualquer tipo de conversa reservada nesse sentido.

A manifestação se deu em ação apresentada pela ABI após vazamento de áudio de uma reunião do banqueiro André Esteves com investidores. Em 12 de novembro, a ministra Rosa Weber  enviou à Procuradoria-Geral da República o pedido de investigação.

Segundo Campos Neto, existe um rigoroso padrão de integridade adotado pelo Banco Central na execução de suas políticas institucionais.

“Dirigentes do Banco Central, seguindo prática arraigada e recomendada na experiência de autoridades monetárias em todo o mundo, mantêm contatos institucionais periódicos com agentes externos, visando colher informações e visões sobre diferentes cenários da conjuntura econômica e sobre assuntos de natureza prudencial”, disse.

O presidente do BC disse ainda que nesses contatos externos, há postura passiva de receptores de informações, sem jamais adotar a postura ativa de opinar ou revelar posições institucionais aos interlocutores.

“As visões do Banco Central quanto a suas políticas públicas são transmitidas exclusivamente por meio de seus pronunciamentos e documentos oficiais, de acesso público e divulgação simultânea para toda a sociedade”, afirmou.

Para Campos Neto, o agravamento da pandemia da Covid e de suas severas repercussões econômicas, discussões sobre o “lower bound” passaram a ser comuns, não se restringindo a determinados agentes de mercado.

Também em manifestação enviada ao Supremo, o banqueiro André Esteves disse que o diálogo que teve com o presidente do Banco Central, Campos Neto, foi uma “conversa formal”, sem “qualquer finalidade criminosa”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....