Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Caminhoneiros fazem greve no interior da Argentina

Categoria reclama da falta do diesel e da defasagem no preço cobrado no restante do país em comparação a Buenos Aires; a greve deve continuar por "tempo indeterminado"
Caminhoneiros fazem greve no interior da Argentina
Reprodução: Twitter

A Argentina, que também enfrenta uma crise no preço dos combustíveis, entrou nesta quarta-feira (22) no segundo dia de greve de caminhoneiros na província de Tucumán, no noroeste do país, onde vivem mais de um milhão de pessoas.

A manifestação repercutiu nesta quarta-feira após os caminhoneiros se dirigirem à província de Buenos Aires e bloquearem uma rodovia que liga a capital do país à capital da região, a cidade de La Plata.

O bloqueio dessa rodovia se encerrou ainda hoje com o ultimato do ministro da Segurança da província de Buenos Aires, Sergio Berni.

A paralisação é liderada pela Associação de Transportadores de Carga de Tucumán. Segundo o presidente da ATCT, Eduardo Reynoso, em entrevista ao La Nación, a greve será mantida “por tempo indeterminado”.

A categoria reclama da falta do diesel e da defasagem no preço cobrado no restante do país em comparação a Buenos Aires.

Com o último aumento no preço dos combustíveis, anunciado nesta semana, o litro do diesel custa de 128 a 163 pesos na capital, mas 185 a 190 pesos em províncias mais afastadas.

De acordo com a Federação Argentina de Entidades Empresariais de Transporte de Cargas, 21 dos 24 distritos do país têm problemas de abastecimento de diesel.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....