Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cabral diz que propina dos ônibus começou com Moreira Franco

No depoimento espontâneo que presta hoje, Sérgio Cabral disse que a propina de empresas de transportes no Rio começou a ser paga no governo Moreira Franco e passou pelas gestões de Leonel Brizola e Anthony Garotinho, informa o G1.

A “caixinha da Fetranspor”, segundo ele, era dividida entre Executivo e Legislativo do estado, mas também chegou à Câmara dos Vereadores.

Disse que no governo Brizola, o secretário de Transportes Pedro Valente administrava o esquema, com “aval” do governador. Cabral assumiu o comando em 1995, quando presidiu a Alerj.

“Moreira Franco é o governador, em 1987 e em 1990 é feita a recuperação das empresas (de transporte). Cria-se na Alerj a primeira propina instituída para o deputado Gilberto Rodrigues, presidente da Alerj e, do ponto de vista jurídico, o procurador de justiça (do Ministério Público) Carlo Navega dava soluções jurídicas na volta às suas mãos particulares. Ele colaborou com o retorno das empresas às mãos (dos empresários), e recebia junto com o governador Moreira Franco e (com o deputado) Gilberto Rodrigues, junto com o deputado Claudio Moacir, e membros do Tribunal de Justiça”, disse Cabral.

Cabral comandou a Companhia Estadual de Turismo (TurisRio) no governo de Moreira Franco.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....