Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro tentou impor a Valdemar candidatura de Eduardo a governo de SP

Presidente também queria emplacar Gilson Machado como candidato ao governo de Pernambuco ou ao Senado, mas cacique do PL já fechou a chapa por lá
Bolsonaro tentou impor a Valdemar candidatura de Eduardo a governo de SP
Reprodução

Como O Antagonista revelou ontem, Jair Bolsonaro se desentendeu com Valdemar Costa Neto por causa do diretório do PL em São Paulo. Além da chave do cofre, o presidente impôs ao cacique do Centrão a candidatura do filho Eduardo Bolsonaro ao governo paulista.

Publicamente, Bolsonaro diz que avalia o nome de Tarcísio de Freitas, mas seu desejo é lançar o ministro da Infraestrutura ao Senado e o filho ao governo, contra Rodrigo Garcia, vice de João Doria.

A estratégia incluiria o envio ao Congresso de uma PEC para permitir o drible à Constituição, pois o parágrafo 7º do artigo 15 impede Eduardo de disputar outro cargo que não seja o de deputado federal. Sem a mudança no texto constitucional, Tarcísio seria o plano B, e Abraham Weintraub o plano C.

O presidente também quer emplacar no PL o ministro do Turismo, Gilson Machado, como candidato ao governo de Pernambuco, onde o partido já tem candidato próprio: o prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, que lançará chapa com a tucana Raquel Lyra, prefeita de Caruaru. Tampouco haveria espaço para Gilson concorrer ao Senado, pois o PL lançará Dudu da Fonte.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....