Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro, sobre revisão da vida toda do INSS: "Querem quebrar o Brasil"

Segundo o presidente, se a tese for aceita, a medida custará mais de 300 bilhões de reais; tema é analisado pelo STF
Bolsonaro, sobre revisão da vida toda do INSS: “Querem quebrar o Brasil”
Reprodução/Foco do Brasil/YouTube

Jair Bolsonaro (PL) criticou hoje o julgamento no STF da “revisão da vida toda” do INSS. Durante conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, o presidente afirmou que “querem quebrar o país” e que, se a tese for aceita, a medida custará mais de 300 bilhões de reais.

“Não vou entrar em detalhes. 300 e poucos bilhões (de reais). Querem quebrar o Brasil. Decisão lá do Supremo lá. O que você acha, tem que ir para frente ou não?”, disse.

“Não sou contra rever, não. Quem vai pagar? Tem dinheiro para pagar? Eu não vou discutir esse assunto porque a dívida dá mais de 300 bilhões. Precatório dava 80 bilhões”, acrescentou Bolsonaro (foto), minutos depois.

A “revisão da vida toda” é uma ação judicial em que os aposentados pedem que todas as suas contribuições ao INSS sejam consideradas no cálculo do benefício, inclusive as realizadas antes da criação do real, em 1994.

Como mostramos, nesta semana, o ministro do STF Nunes Marques tirou do plenário virtual a votação e a levou ao plenário físico. Com isso, a Corte reiniciará a discussão do zero. O placar estava 6 x 5 a favor dos aposentados e o julgamento se encerraria às 23h59 de terça (8), mas cerca de 30 minutos antes do prazo o magistrado fez o pedido de destaque. Agora, cabe ao presidente do Supremo, Luiz Fux, marcar o julgamento.

Assista:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....