Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro diz que Barroso, Moraes e Fachin querem torná-lo inelegível "na base da canetada”

Presidente da República ainda afirmou que os três ministros do STF agem como se fossem "adolescentes" e que eles querem favorecer Lula
Bolsonaro diz que Barroso, Moraes e Fachin querem torná-lo inelegível “na base da canetada”
Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

Jair Bolsonaro voltou a atacar o atual presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, o vice-presidente da Corte, Edson Fachin, e o ministro Alexandre de Moraes. Em entrevista à Jovem Pan, ele insinuou que os três estão trabalhando de forma conjunta para tentar torná-lo inelegível nas eleições deste ano.

Ao comentar a quebra de sigilo de seu ajudante de ordens Mauro César Cid no inquérito do STF que investiga a atuação de milícias digitais, Bolsonaro afirmou que Moraes não achou “nada que possa comprometer o seu mandato”.

“É lamentável que [a investigação] esteja na mão dele, [que Moraes esteja] usando um subterfugio para chegar a minha pessoa. Ele bate na tecla de gabinete de ódio o tempo todo. Eu desafio qualquer pessoa me apresentar uma matéria produzida pelo gabinete de ódio”, disse há pouco o presidente da República.

“Lamentavelmente, essas três pessoas [Barroso, Fachin e Moraes] não colaboram com o Brasil em absolutamente nada. Querem apenas uma narrativa para desgastar o governo. São pessoas que se comportam como adolescentes, tem um objetivo”, prosseguiu.

“Agora, o que fica da ação desses três ministros do STF, me parece que eles têm um interesse, né? Primeiro, buscar uma maneira de me tornar inelegível, na base da canetada. A outra, é eleger o seu candidato, que é o Lula”, disse Bolsonaro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....