Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro 'aparentemente reconheceu esforço investigativo' no caso Adélio, diz delegado

O delegado Rodrigo Morais, responsável por duas investigações sobre o atentado contra Jair Bolsonaro, afirmou hoje em depoimento, obtido por O Antagonista, que, “aparentemente”, o presidente “reconheceu o esforço investigativo, não se mostrando insatisfeito com o trabalho realizado pela Polícia Federal”.

Hoje, o superintendente da PF em Minas, Cairo Costa Duarte, também afirmou que Bolsonaro não demonstrou insatisfação com a condução do caso no estado.

Morais disse que foi duas vezes ao Palácio do Planalto apresentar o resultado das investigações ao presidente, no início do ano passado e na semana passada.

“QUE o presidente da República não manifestou insatisfação e nem lhe fez perguntas sobre o caso durante a apresentação”, disse Morais, sobre a primeira reunião.

Na segunda reunião, Morais disse apenas que “houve questionamento no sentido de elucidar dúvidas”.

O delegado explicou que há duas investigações: uma sobre o próprio atentado cometido por Adélio Bispo de Oliveira, já concluída; e outra sobre supostos mandantes do crime, que ainda aguarda autorização da Justiça para quebra de sigilo dos celulares de Zanone Manuel de Oliveira, o advogado chamado às pressas para defender Adélio.

Urgente: superintendente da PF em Minas diz que Bolsonaro nunca reclamou das investigações do caso Adélio

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....