Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Lira e Pacheco estão com a bunda de fora"

Nesta semana, a Comissão Mista de Orçamento aprovou o relatório preliminar do orçamento de 2022, levando em conta as chamadas emendas de relator
“Lira e Pacheco estão com a bunda de fora”
Foto: Alan Santos/PR

Arthur Virgílio Neto, ex-prefeito de Manaus e ex-senador, subiu o tom em suas críticas ao orçamento secreto, que ele chama de “emendagate”.

Ele disse a O Antagonista:

“Nesse caso do ‘emendagate’, há três tipos de parlamentares: 1) os que já estão com a bunda de fora; 2) os que sabem que, mais cedo ou mais tarde, serão descobertos; 3) e os que não participam do carnaval de dinheiro espúrio.”

Virgílio acrescentou:

“No primeiro grupo, estão os presidentes das duas Casas, Arthur Lira e Rodrigo Pacheco, e o relator-geral do orçamento. No segundo, estão os beneficiários da orgia, até aqui protegidos pela omertà. No terceiro, ficam os que não participam da mamata.”

E mais:

“Por trás de tudo isso, estão 1) Jair Bolsonaro, que considera ‘normal’ formar uma ‘maioria’ parlamentar nesses baixos parâmetros morais ou, quem sabe, atender a algum chantagista que possa estar pressionando; 2) e o ministro Paulo Guedes, desmentindo seu passado acadêmico, criando teorias que justifiquem os delírios eleitorais do presidente. Todos os limites foram ultrapassados neste pobre país.”

Nesta semana, como noticiamosRosa Weber, do STF, liberou a retomada da execução orçamentária das emendas de relator — a ministro estendeu o prazo para que Arthur Lira e Rodrigo Pacheco deem os detalhes da liberação dessas verbas em 2020 e em 2021. Também como noticiamos, deputados e senadores da Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovaram o texto-base do relatório preliminar do orçamento de 2022, levando em conta a reserva de recursos para as chamadas emendas de relator.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....