Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Por unanimidade, Anvisa rejeita uso da Coronavac em crianças

Pedido foi feito à agência pelo Butantan; recomendação da área técnica e voto da relatora Meiruze Freitas foram acompanhados pelos outros 4 diretores
Por unanimidade, Anvisa rejeita uso da Coronavac em crianças
Reprodução/Anvisa/YouTube

A área técnica da Anvisa a a relatora Meiruze Sousa Freitas recomendaram nesta quarta-feira (18) negar o aval para o uso da Coronavac em crianças e adolescentes de 3 a 17 anos.

Os votos dos outros quatro diretores da agência, incluindo seu diretor-presidente, Antônio Barra Torres, endossaram as recomendações da relatora. A decisão de não aprovar a aplicação da Coronavac em crianças foi, portanto, unânime.

Para os técnicos da agência, ainda faltam dados para confirmar a segurança e a eficácia da aplicação das doses da vacina do Instituto Butantan nesse grupo.

Foi esse o argumento usado pelo gerente-geral de Medicamentos da Anvisa, Gustavo Mendes —que se manifestou antes de Meiruze—, para opinar pela rejeição do pedido do Butantan.

Mendes ressaltou que sua avaliação foi feita com base em “um retrato do momento; dados adicionais, dados robustos e informações mais consistentes podem ser apresentadas para que a gente reconsidere essa sugestão”.

A China aprovou em junho o uso da Coronavac em crianças a partir dos 3 anos.

Até hoje, a única vacina contra Covid aprovada para menores no Brasil é a da Pfizer, que tem indicação em bula para uso a partir dos 12 anos de idade.

Leia mais:

Gerente de Medicamentos Anvisa não recomenda autorização da Coronavac para crianças

Variante Delta pode ser perigosa para crianças, diz jornal

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....