Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Aras acaba com grupo de trabalho que acompanharia caso Bruno e Dom Philips

A extinção do grupo ocorreu após reclamações de integrantes do MP de que não caberia ao colegiado monitorar apurações de outros órgãos
Aras acaba com grupo de trabalho que acompanharia caso Bruno e Dom Philips
Foto: Divulgação

O procurador-geral da República, Augusto Aras, decidiu revogar o grupo de trabalho do Conselho Nacional do Ministério Público que acompanharia a investigação do caso Bruno Pereira e Dom Philips, mortos na Amazônia no início do mês.

Segundo informações de O Globo, a extinção do grupo ocorreu após reclamações de integrantes do MP de que não caberia ao colegiado monitorar apurações de outros órgãos, como a PF, que já estejam em andamento.

“O grupo foi criado por Aras em 21 de junho, terça-feira, e teria como função o ‘acompanhamento das investigações’ referentes aos homicídios. Um dia depois, em 22 de junho, Aras revogou a portaria. Segundo fontes do CNMP, conselheiros se queixaram de que o grupo extrapolaria as competências do conselho ao investigar a atuação corrente do MP”, informa o jornal.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....