Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Após retomada da sessão, advogado da Precisa passa a falar

Até o intervalo do depoimento, Túlio Silveira se recusava a responder aos questionamentos dos senadores da comissão
Após retomada da sessão, advogado da Precisa passa a falar
Foto: Pedro França/Agência Senado

A CPI da Covid retomou há pouco o depoimento de Túlio Silveira, advogado da Precisa Medicamentos. Até a sessão ser suspensa por meia hora, o depoente se recusou a responder aos questionamentos dos senadores, citando um habeas corpus concedido pelo STF. Após o intervalo da sessão, ele passou a falar.

Silveira negou que tenha tido um cargo de comando na Precisa ou participado de negociações sobre vacinas. O advogado foi confrontado pelo senador Randolfe Rodrigues com a ata de uma reunião de novembro de 2020 em que ele aparece como responsável por “parcerias internacionais e complience”.

O depoente afirmou que a incongruência se deve a um provável “erro de lançamento”.

Na sequência, Randolfe exibiu um vídeo, de 23 de março de 2021, em que Túlio aparece representando a Precisa durante uma sessão do Senado sobre vacinação. Na gravação, ele é apresentado pelo presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, como “Gerente de Contratos da Precisa Medicamentos”.

“Eu estava apenas acompanhando a Emanuela [Medrades]”, disse o depoente.

O escritório de advocacia de Túlio foi contratado pela empresa em fevereiro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....