Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Apesar da preocupação com greves, Bolsonaro pretende manter aumento para policiais

Presidente disse a aliados que é preciso emplacar a narrativa de que a reestruturação nas carreiras estava prevista desde 2019
Apesar da preocupação com greves, Bolsonaro pretende manter aumento para policiais
Reprodução/Foco do Brasil/YouTube

Em conversas com aliados, Jair Bolsonaro disse que pretende manter a promessa e conceder aumentos salariais a policiais rodoviários federais, delegados e agentes da Polícia Federal ao longo deste ano.

Apesar disso, o presidente da República admitiu que essa questão não será resolvida antes de março e que somente baterá o martelo após conseguir reduzir o descontentamento dos demais servidores públicos, que também pressionam por reajustes.

O presidente da República reconheceu que sofre uma forte pressão das demais categorias e que foi obrigado a “avaliar melhor o momento”.

A ideia de Bolsonaro é emplacar o discurso de que a reserva de R$ 1,7 bilhão no orçamento não será necessariamente para um aumento salarial, mas seria dinheiro para cumprir um acordo sobre a reestruturação da carreira dos policiais, prevista desde a Reforma da Previdência de 2019.

Além disso, o mandatário também quer, em seus discursos, desvincular os benefícios a policiais ao ano eleitoral.

Ontem pela tarde, Bolsonaro incumbiu o ministro da Justiça, Anderson Torres, de encabeçar essa campanha para massificar o discurso que associa o aumento à reestruturação das carreiras policiais.

Menos de três horas após a ordem, como mostramos, Torres foi ao Twitter anunciar que enviou ofício ao Ministério da Economia solicitando a nomeação de 1,4 mil candidatos para a Polícia Federal e outros 1,5 mil para a Polícia Rodoviária Federal.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....