Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ao lado de ministro do Meio Ambiente na COP26, Pacheco critica desmatamento no país

O presidente do Senado disse que é preciso que o Brasil reconheça seus erros; Joaquim Leite sinalizou concordância com a cabeça, mas não se manifestou
Ao lado de ministro do Meio Ambiente na COP26, Pacheco critica desmatamento no país
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Rodrigo Pacheco (foto) voltou a defender que Brasil uma faça um “mea culpa” pelo desmatamento ilegal. Em discurso ao lado do ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, nesta terça-feira (9), durante a COP26, o presidente do Senado afirmou:

Reconhecer nossos erros é premissa de toda negociação. É importante sentarmos na mesa fixando uma premissa real: temos um problema grave de desmatamento ilegal das nossas florestas.”

Enquanto Pacheco falava, Joaquim Leite sinalizou concordância com a cabeça, mas não se manifestou. 

Em entrevista depois da palestra, o presidente do Senado e a senadora Kátia Abreu, presidente da Comissão de Relações Exteriores da Casa, disseram que a imagem do Brasil foi comprometida no exterior durante os primeiros anos do governo Bolsonaro. 

Pacheco mencionou que, durante a gestão de Ricardo Salles, o Ministério do Meio Ambiente, recebia muitas críticas, “não só pela suas ações mas também pela sua narrativa”, o que prejudicou o país. O presidente do Senado também disse que o Brasil precisa concentrar esforços para recuperar sua credibilidade. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....