Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Anvisa recomenda restrições a viajantes procedentes do sul da África

Em razão da nova variante, agência também sugere quarentena a brasileiros com passagem recente por seis países do continente africano
Anvisa recomenda restrições a viajantes procedentes do sul da África
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Anvisa recomendou na manhã desta sexta (26) a suspensão de voos procedentes da África do Sul, Botsuana, Eswatini (antiga Suazilândia), Lesoto, Namíbia e Zimbábue, por causa da variante B.1.1.529 do novo coronavírus.

A recomendação da Anvisa pode ou não ser adotada pelo governo federal. Há pouco, como registramos, Jair Bolsonaro, em conversa com apoiadores, descartou fechar aeroportos. “Fechou o aeroporto, o vírus não entra?”, perguntou o presidente, com seu raciocínio raso.

A nota técnica também recomenda suspensão da autorização de desembarque no Brasil a viajantes estrangeiros com passagem por esses países nos últimos 14 dias.

Para os passageiros que se enquadrem nas exceções previstas em lei, como brasileiros e seus acompanhantes legais, a agência recomenda quarentena.

“Considerando não haver, no momento, malha aérea com voos procedentes diretamente da África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue para o Brasil e visando o controle da disseminação de nova variante do SARS-CoV-2 identificada, a Anvisa recomenda a restrição de entrada de viajantes com essas procedências por qualquer meio de transporte (aéreo, rodoviário ou aquaviário), conforme descrito acima. Fica mantida a recomendação de suspensão de voos procedentes desse país, caso ocorra programação, durante o período de adoção das restrições abordadas nessa Nota Técnica”, diz o texto.

Leia também:

Anvisa recomendou ao governo vetar entrada por via terrestre de estrangeiros não vacinados

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....