Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

André Mendonça anula condenação de Arruda na Pandora

Ministro do STF encaminhou à Justiça Eleitoral ação relacionada à falsificação de recibos de panetones; ex-governador segue inelegível
André Mendonça anula condenação de Arruda na Pandora
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro André Mendonça, do STF, anulou a condenação a dois anos e 11 meses de reclusão em regime aberto imposta ao ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (foto) no âmbito da Operação Caixa de Pandora. Apesar da decisão, publicada na sexta-feira, Arruda continua inelegível.

Arruda foi condenado por forjar recibos de falsas doações, com datas retroativas, para tentar justificar recebimento de suposta propina pelas mãos de Durval Barbosa, ex-secretário de Relações Institucionais e delator do chamado mensalão do DEM.

Para André Mendonça, o caso deve ser analisado pela Justiça Eleitoral já que um dos objetivos da suposta falsidade era manter a elegibilidade para concorrer à reeleição como governador. 

Em 2009, quando Arruda era governador, veio à tona vídeo de 2006 em que ele aparecia recebendo de Durval R$ 50 mil dentro de uma sacola. Na época, Arruda disse que o dinheiro era doação para comprar panetones para famílias pobres e apresentou quatro recibos declarando recebimento de dinheiro “para pequenas lembranças e nossa campanha de Natal”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....