Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Análise: a insatisfação de Bolsonaro com o 'eixo político' de seu governo

A queda de Gustavo Canuto faz parte de um diagnóstico feito por Jair Bolsonaro no fim do ano passado. Para o presidente, o “eixo político” de seu governo precisa de ajustes.

O centro desse eixo é Onyx Lorenzoni, que falhou na coordenação dos demais ministros de perfil político na construção de uma ponte com o Legislativo.

O presidente avalia que seu governo não colheu os frutos da nomeação de ministros com base no Congresso, como Tereza Cristina, Henrique Mandetta e Osmar Terra.

A liberação de bilhões em emendas parlamentares teve efeito pontual, mas não foi suficiente para formar uma base mínima de apoio sistêmico.

MDB e DEM abocanharam ministérios e orçamento, mas não fecharam uma aliança com o Executivo. Bolsonaro continua sendo diariamente torpedeado no Congresso.

Na reavaliação sobre seu gabinete de ministros, o presidente ainda cogita trocar mais ministros.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....