Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

A manobra de Lira para manter controle do orçamento secreto em 2023

Presidente da Câmara se movimenta para garantir poder sobre a verba mesmo em eventual vitória de Lula
A manobra de Lira para manter controle do orçamento secreto em 2023
Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Arthur Lira (foto), articula uma manobra para manter o controle do orçamento secreto no ano que vem, independentemente de quem ganhar as eleições presidenciais, diz o Estadão.

Planejada pelo Centrão em eventual vitória de Lula, a estratégia envolve o manejo de um valor estimado de R$ 19 bilhões em emendas de relator.

“A cúpula da Câmara se movimenta para embutir na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2023 ou em resolução do Congresso uma regra que obriga o presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO) e o relator da LDO a assinarem as indicações das emendas do orçamento secreto. Hoje, apenas o relator-geral do Orçamento tem essa função”, escreve o jornal.

Aliado de Lula, o senador Marcelo Castro estará à frente do Orçamento no ano que vem. Já o presidente da CMO, deputado Celso Sabino, é próximo ao Planalto.

“O senador Marcos Do Val (Podemos-ES), relator da LDO, tem perfil governista e foi convencido de que as novas regras darão transparência ao processo, alvo do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal de Contas da União (TCU)”, diz o Estadão

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....