Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"A iniciativa agora é 100% do Doria"

Para tucano aliado de Eduardo Leite, mesmo Bruno Araújo, presidente do partido, e a executiva nacional do partido "ficarão eclipsados"
“A iniciativa agora é 100% do Doria”
Foto: Governo do Estado de São Paulo

Na cúpula do PSDB, após a ressaca da falhas técnicas durante as prévias, o entendimento agora é o de que, como esperado, João Doria está no comando.

“A iniciativa agora é 100% do Doria, os movimentos políticos partirão dele, ele é o eixo de comando. Mesmo o Bruno Araújo, presidente do partido, e a executiva nacional ficarão eclipsados”, disse um tucano aliado de Eduardo Leite, que perdeu a disputa interna para o governador de São Paulo.

Leia também: O peso de Doria na Terceira Via

“Ao vencedor, as batatas. João está com as batatas”, acrescentou, em referência ao clássico Quincas Borba, de Machado de Assis.

“O Doria vai ter que se viabilizar, mas não poderá se esquecer do que dizia Tancredo Neves: ‘Presidência não é só vontade, é destino'”, afirmou.

Para esse tucano, Doria “soube usar todo o poderio do diretório de São Paulo, que é o mais organizado e tem maior contingente”.

“As prévias foram um gesto corajoso, ousado. Desde a derrota em 2018, o partido estava em um estado de letargia, de perplexidade e com um vácuo de liderança. Mesmo com todos os problemas técnicos, o PSDB ressurgiu das cinzas, com espaço na mídia, o que revalorizou a nossa marca.”

Sobre os bolsonaristas tucanos, essa fonte ponderou que não considera que haja no partido mandatários alinhados ao governo de Jair Bolsonaro por ideologia.

“É pragmatismo, é orçamento secreto. Quando votam a favor da PEC dos Precatórios, por exemplo, não é para agradar Bolsonaro, é para agradar Arthur Lira.”

Sobre Leite, o tucano afirmou que “agora, a Inês é morta”.

Ele vai cuidar do Rio Grande do Sul, vai pescar, esperar a poeira baixar. Ele não tem nada o que fazer agora. É concluir o mandato como governador e pronto. Ele é muito jovem. Leite saiu muito maior do que entrou nas prévias. Ele se consolidou como a grande novidade da nova geração de políticos brasileiros.”

Acerca da decisão de Leite de não querer coordenar a campanha de Doria, o tucano comentou:

“Se ele [Leite] vai abandonar de vez o Doria e o partido, não sabemos. Vai depender muito do Doria, da postura do Doria, de saber se o Doria vai querer realmente ser ajudado.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....