Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

555 mortos receberam benefícios para manutenção do emprego em 2021, diz CGU

Governo ainda liberou benefícios a 1.710 servidores públicos ativos e inativos; ao final, CGU indica que mecanismos de controle seguraram fraudes
555 mortos receberam benefícios para manutenção do emprego em 2021, diz CGU
Foto: Davi Pinheiro/Governo do Ceará

Uma auditoria da Controladoria-Geral da União indicou que 555 mortos receberam o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, conhecido como BEm, em 2021. O benefício, desenhado para que teve o contrato de trabalho reduzido ou suspenso, também foi utilizado por 1.710 servidores públicos, na ativa ou aposentados.

No total, o desfalque causado pelos supostos mortos foi de R$1,1 milhão, enquanto os servidores teriam causado um rombo de R$ 3,9 milhões. Ao todo, a CGU identificou que R$ 23,5 milhões teriam sido destinados incorretamente, seja para mortos ou servidores, seja para aposentados, pensionistas ou pessoas sem contrato de trabalho no momento da assinatura do BEm.

O valor, no entanto, foi considerado baixo pela CGU – representou 0,34% dos R$ 6,94 bilhões destinados a benefícios para o programa. Na avaliação da Controladoria-Geral, “os controles têm sido eficazes em garantir o atendimento aos critérios estabelecidos nas normas do programa.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....